segunda-feira, 19 de outubro de 2009

BALANÇO - SOLO COM BRUNO PEIXOTO


Balanço, o novo espetáculo do ator Bruno Peixoto, que estreou no dia 15, no Centro Cultural Martim Cererê, foi uma grata surpresa. Ele fez apenas duas apresentações. Mas, promete voltar para uma temporada maior.

Bruno teve a chance de mostrar todo o seu potencial de interpretação no espetáculo-solo, escrito por Danilo Alencar, diretor do grupo Arte & Fatos, com quem trabalha no premiado Balada de um Palhaço. O texto, segundo o autor, é baseado em fatos reais.

A direção foi entregue a Edson de Oliveira, seu companheiro de palco em Balada de um Palhaço. Para orientá-los, Bruno convidou o mestre Júlio Van, que além de supervisionar a direção desenhou o figurino.

Ator experiente, Bruno Peixoto está muito bem no papel de Gentil, o personagem que vive os conflitos inerentes à sua opção sexual. Seguro na interpretação, ele dá a exata dimensão que o personagem exige. O ambiente intimista facilita o envolvimento da plateia com a encenação, que fala do amor entre iguais sem hipocrisia e sem grosseria. Em nenhum momento, o personagem perde a compostura. Danilo é muito sincero a falar da experiência que ainda causa polêmica e incômodo dentro das famílias, no trabalho, na vida das pessoas. Em alguns momentos chega a ser poético sem derrapar na pieguice.

Bruno Peixoto esmerou-se nos cuidados da encenação, absorveu o personagem por inteiro. Apresenta boa expressão corporal, movimentando-se no cenário,criado por Paulinho Pessoa, com desenvoltura. A iluminação feita por Rodrigo Horse ressalta muito bem o tom intimista da produção. Deve sim voltar ao palco outras vezes. É importante continuar a exercitar o personagem para solidificar melhor o personagem. O exercício teatral é imprescindível para o ator.

Espetáculo: Balanço
Texto: Danilo Alencar
Elenco: Bruno Peixoto
Direção: Edson de Oliveira
Consultoria, adereços e figurino: Júlio Van
Produção: Cárita Pinheiro
Iluminação: Rodrigo Horse
Cenário: Paulinho Pessoa
Trilha sonora: Vitor Pimenta
Fotos: Dirce Vieira

Um comentário:

  1. "opção" sexual?! Quem aí optou?
    A palavra é ORIENTAÇÃO SEXUAL!

    ResponderExcluir